Nutrição Clínica

ENTENDENDO OS GRUPOS ALIMENTARES

19 abr, 2017 Laís Murta
Google

Pensar numa alimentação saudável não é das tarefas mais fáceis, principalmente com o tanto de informações que temos por aí. Mas para ter sucesso, precisamos entender um pouco sobre os grupos alimentares, quais alimentos pertencem a cada um e quais suas funções no organismo. Desta forma conseguiremos fazer escolhas mais adequadas.

Podemos dividir os alimentos em 3 grupos principais:

REGULADORES: Estes são os alimentos que irão fornecer vitaminas, minerais, antioxidantes e fibras. Estes nutrientes são fundamentais para que todas as nossas células trabalhem de forma eficiente, na geração de energia, proteção da imunidade, eliminação de radicais livre, etc. Neste grupo temos todos os vegetais – verduras (folhas), legumes (abobrinha, brócolis, couve—flor, cenoura, beterraba etc) e todas as frutas.

ENERGÉTICOS: São os principais alimentos que fornecem energia para nosso organismo, tais como os carboidratos e as gorduras.

As principais fontes de carboidratos são os cereais (milho, arroz, quinoa, aveia, trigo), os tubérculos (batata doce, mandioca, inhame, cará) e os açúcares (doces, mel, melado, açúcar de mesa). Já as principais fontes de gorduras são os óleos (azeite, óleo de coco, óleo de soja, óleo de milho etc), as oleaginosas (nozes, amêndoas, castanha do pará), sementes (linhaça, chia, semente de abóbora, semente de girassol) e as gorduras animais (manteiga, bacon, banha, nata)

Claro que sempre devemos pensar nas fontes energéticas mais saudáveis, evitando carboidratos refinados como pães e massas feitos com farinha branca, evitando açúcares e doces e o excesso de gordura animal.

CONSTRUTORES: São os alimentos que vão fornecer proteínas, nutrientes que têm papel estrutural no nosso organismo, construindo tecidos como músculos, pele, ossos, membranas, etc. As proteínas podem vir de fontes animais, como das carnes bovina, suína, aves, peixes, ovos ou dos laticínios (leite, queijos, iogurtes); ou de fontes vegetais, como as leguminosas (feijões, grão de bico, lentilha, ervilha, soja). Os cogumelos também são excelentes fontes proteicas.00

Copyright © 2017 Nutricionista Laís Murta. Todos os direitos autorais reservados

CONTATO, DIGA OLÁ

Nome

E-mail *

Mensagem *

Powered by Blogger.