Nutrição Clínica

DIETAS DA MODA

18 abr, 2017 Laís Murta
tape-403586_1920

A cada estação surgem dietas novas e milagrosas, prometendo resultados incríveis em pouco tempo. Mas será que estas dietas, sem acompanhamento profissional, são eficientes? Na prática, o que se observa é que apesar de proporcionarem um emagrecimento a curto prazo, estas dietas não podem ser mantidas por um longo período de tempo, pois podem levar a deficiências nutricionais, gerar alergias alimentares e, além disso, podem disparar transtornos alimentares como compulsão alimentar e anorexia nervosa. Além disso, estudos mostram que os resultados rápidos não são mantidos pela maioria das pessoas após 6 meses. E este é o grande problema: estas dietas não promovem uma reeducação alimentar. E sem a mudança de comportamento que a reeducação proporciona, fatalmente a pessoa recupera o peso perdido podendo, inclusive, ganhar ainda mais! A seguir, falaremos sobre as principais dietas da moda e o que elas podem acarretar à sua saúde.

 

DIETA DO DR. ATKINS (DIETA DAS PROTEÍNAS)

Característica: propõe redução radical do consumo de carboidratos (massas, pães, doces, açúcares), gerando um estado de Cetose no organismo (este é um estado em que a geração de energia provem apenas da quebra de gorduras e proteínas musculares, liberando no organismo corpos cetônicos); libera o consumo de carnes (principalmente vermelha), ovos, maionese, manteiga, bacon e embutidos, creme de leite, queijos, gorduras em geral; tem cerca de 1000kcal/dia, sendo que mais da metade das calorias provém de gorduras.
Aspectos negativos: causa deficiências de vitaminas, minerais e antioxidantes pela proibição do consumo de frutas e vegetais; a dieta tem baixa adesão, devido a sintomas como fraqueza, cansaço, dores de cabeça e mau hálito; a baixa ingestão de fibras pode ocasionar constipação; o excesso de gordura animal pode levar ao surgimento de doenças crônicas como hipertensão, diabetes e problemas cardiovasculares (colesterol); leva a perda de peso rápida, porém perde-se muita massa muscular além de gordura, o que compromete o metabolismo;

 

DIETA DUKAN

Similar à dieta do Dr. Atkins, a dieta do Dr. Pierre Dukan também propões uma restrição total de carboidratos inicialmente na primeira fase (FASE DE ATAQUE), que tem duração de 3 a 7 dias. Nas fases seguintes (FASE DO CRUZEIRO, FASE DA CONSOLIDAÇÃO E FASE DA ESTABILIZAÇÃO), os alimentos são inseridos gradativamente, iniciando-se pelas hortaliças e legumes, depois frutas e por fim carboidratos mais complexos como cereais (arroz, quinoa, milho), tubérculos (batatas, mandioca, inhame) e massas.

Aspectos negativos: assim como a dieta Atkins, pode causar deficiências de de vitaminas e minerais pela proibição do consumo de frutas, vegetais e sintomas como fraqueza, cansaço, dores de cabeça, mau hálito e obstipação; Não considera a individualização no que tange alimentos inflamatórios, podendo desencadear doenças crônicas e cardiovasculares; leva a perda de massa muscular comprometendo o metabolismo

 

DIETA DETOX LÍQUIDA

Características: consiste em beber exclusivamente sucos de frutas e hortaliças (suco verde) e sopas de legumes e verduras, a fim de promover uma desintoxicação. Não são permitidos carboidratos como cereais, tubérculos, além de gorduras e carnes. A perda de peso é rápida, porém as restrições são severas. Geralmente são dietas de baixíssimas calorias – 600 a 1000 Kcal/ dia.

Aspectos negativos: a perda de peso que a dieta proporciona é devido, principalmente, à perda de massa muscular; não promove a reeducação alimentar e compromete a vida social da pessoa; pode causar tonturas e desmaio por hipoglicemia; baixo valor calórico e baixo teor de proteínas e gorduras, causando cansaço e indisposição, podendo levar o indivíduo à desnutrição energético-proteica.

 

DIETA DOS PONTOS

Característica: nessa dieta, a pessoa controla os pontos ao invés das calorias dos alimentos. Cada ponto corresponde a cerca de 3,6 calorias, baseado no seu valor nutricional. A pessoa deve anotar o que come durante o dia e fazer o somatório, que não deve passar de 300 para as mulheres e 400 pontos para os homens.

Aspectos negativos: a dieta focaliza apenas a quantidade de alimentos consumidos, sem incentivar uma alimentação nutricionalmente equilibrada. Dessa maneira, os pontos podem ser atingidos facilmente com alimentos calóricos, ricos em gordura e pobres em nutrientes; baixa adesão à dieta, pela necessidade de consultar a tabela, anotar rigorosamente tudo o que se ingere e calcular os pontos – isso pode gerar “neuroses”, possibilitando o surgimento de transtornos alimentares como a anorexia nervosa; a provável carência de nutrientes pode prejudicar a saúde e acarretar problemas como anemia, osteoporose, queda de cabelo, entre outros; não promove reeducação alimentar, sendo difícil manter o peso perdido.

 

É fato que todas essas dietas milagrosas não têm qualquer comprovação científica e, ao contrário do que prometem, podem acarretar problemas de saúde a curto e longo prazo, além de resultarem na recuperação do peso perdido em muitos casos, inclusive de alguns quilinhos extras além desses. Isso tudo porque geram estresse ao organismo com a privação de nutrientes fundamentais, além de levarem a perda de massa muscular acentuada. Nossos músculos são responsáveis pelo nosso gasto metabólico. Quanto menos músculos temos, menos energia gastamos e, com isso, qualquer excesso alimentar levará ao ganho de gordura. Fora que a perda de massa muscular pode levar a queda da imunidade e também a perda de ossos, levando a osteoporose.
É necessária a conscientização de que o emagrecimento acontece com mudanças de hábitos alimentares e de comportamento. Somente com uma avaliação nutricional completa e um acompanhamento por um profissional especializado, o processo de emagrecimento será saudável e duradouro.

Copyright © 2017 Nutricionista Laís Murta. Todos os direitos autorais reservados

CONTATO, DIGA OLÁ

Nome

E-mail *

Mensagem *

Powered by Blogger.